Rotaer Eletrônico

Entre em contato com o Rotor Central.

terça-feira, 25 de outubro de 2011

Pilotos de helicóptero não querem abertura de mercado

Associação do setor elenca argumentos técnicos, econômicos e estratégicos para impedir que estrangeiros sejam autorizados a pilotar no país

Helicóptero em plataforma da Petrobras na Bacia de Campos, Rio de Janeiro

Demanda por pilotos de helicóptero deve crescer com a exploração de petróleo no pré-sal (Marcelo Sayão/EFE)

Os pilotos brasileiros de helicóptero são contra abertura do mercado nacional para pilotos estrangeiros, mesmo que em caráter temporário. A possibilidade de acabar com essa reserva de mercado está sendo patrocinada pelo deputado Bruno Araújo (PSDB-PE), relator do novo Código Brasileiro de Aeronáutica. O código está na lista de projetos a votar até o fim do ano na Câmara.

A reação à mudança do artigo nº 158 do código atual, que não permite a contratação de estrangeiros, é liderada pela Associação Brasileira de Pilotos de Helicóptero (Abraphe). A entidade enviou ao relator, na semana passada, um documento com argumentos "técnicos", "econômicos" e "estratégicos" e pede que prossiga "inalterado" o artigo porque os dados oficiais provariam que não haverá falta de pilotos nos próximos anos – nem mesmo por conta da demanda prevista com o aumento da produção do petróleo do pré-sal.

O presidente da Abraphe, comandante Rodrigo Duarte, citou dados da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) para mostrar que o ritmo de formação e concessão de licenças de piloto atinge "recorde histórico" e que, por isso mesmo, não se justifica a contratação de estrangeiros. No ano passado, diz a associação, "foram emitidas 124 licenças de Piloto de Linha Aérea de Helicóptero (PLAH), 262 licenças de Piloto Comercial de Helicóptero (PCH) e 410 licenças de Piloto Privado de Helicóptero (PPH), totalizando 672 novos pilotos de helicóptero no mercado e 124 pilotos que alcançaram o nível máximo de suas carreiras podendo exercer funções de comandante em aeronaves de maior porte."

Em setembro, também segundo a Anac, já foi batido o recorde de 2010. "O Brasil hoje está gerando mão de obra em escala compatível com as demandas do mercado", justifica a entidade. "Não há falta de pilotos, nem mesmo a possibilidade de haver essa falta nos próximos oito anos pelo ritmo observado nos últimos 2 anos", acrescenta.

Outro argumento é de ordem econômica. Segundo a associação, a expectativa de geração de empregos tem fomentado a procura por escolas de formação de pilotos, gerando uma série de outros postos de trabalho. Além disso, os pilotos brasileiros alegam que os estrangeiros receberão seus salários aqui, mas remeterão parte considerável para o exterior, sem gerar benefícios para o país. "Portanto, pelo aspecto econômico, fica evidenciado que será um desastre a possibilidade da contratação de pilotos estrangeiros no Brasil", diz a Abraphe.

A associação dos pilotos brasileiros também defende a reserva de mercado alegando questões de segurança nacional e de voo. "Pilotos estrangeiros irão voar no Brasil sobre pontos estratégicos de nossa riqueza e segurança nacional (quem serão esses pilotos?)", questiona. "A segurança de voo ficará comprometida, pois pilotos de diversas localidades, com culturas e línguas diferentes irão transportar os funcionários altamente especializados que trabalham nas plataformas de petróleo, dividindo o espaço com pilotos brasileiros, em território brasileiro, em espaço aéreo extremamente congestionado, em que a língua exigida é somente o português", completa a Abraphe.

Fonte: http://veja.abril.com.br

Helicóptero é apreendido após realizar voos irregulares em Goiânia

O Grupo Aéreo da Policia Militar (Graer) apreendeu na manhã desta segunda-feira (24), em Goiânia, um helicóptero que realizava voos comerciais irregularmente. De acordo com a PM, a aeronave foi localizada próxima ao estádio Serra Dourada, após uma denúncia do Destacamento de Controle do Espaço Aéreo de Anápolis (DTCEA-AN).

Segundo a Polícia Militar, o helicóptero costumava oferecer voos panorâmicos em Goiânia. Os passeios duravam cerca de três minutos e custavam R$ 50. De acordo com o Graer, o abastecimento da aeronave também era feito de maneira ilegal.

O piloto e o dono da empresa foram encaminhados para o 8º Distrito Policial, no Setor Pedro Ludovico, onde devem prestar depoimento nesta segunda-feira (24).

Fonte: G1/Goiás

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Com a ajuda de um helicóptero, PRF recupera carro roubado

image

Ford Ecosport havia sido roubado no dia 29 de setembro, em Goiânia (GO) (Foto: PRF / Divulgação)

Com o uso de um helicóptero, a PRF (Polícia Rodoviária Federal) conseguiu recuperar, nesta quinta-feira, no km 532 da rodovia BR 163, em Jaguari, um carro Ford Ecosport, que havia sido roubado no dia 29 de setembro, em Goiânia (GO).

A PRF suspeitou do carro ao avistar, do helicóptero, o automóvel desviando do posto policial.

Quando o carro retornou à rodovia federal, ele foi abordado pela polícia e encaminhado ao posto da PRF para checagem.

Um homem de 49 anos conduzia o carro. Ele foi preso.

Fonte: http://www.campograndenews.com.br/transito

quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Veja algumas imagens, da operação de resgate do helicóptero Bell 206, que caiu semana passada em New york

111004helicoptero_ny_f_013             image image

image

A  queda de uma helicóptero com cinco pessoas a bordo matou uma mulher na tarde desta terça-feira (3) no East River, em Nova York, segundo a polícia. O acidente ocorreu próximo ao heliporto da Rua 34, em Manhattan, às 15h24 locais, logo após a decolagem do helicóptero, um modelo Bell 206 comercial, segundo Paul Browne, porta-voz da polícia.

O helicóptero ficou totalmente submerso na água lodosa, virado de ponta-cabeça.

O piloto e três passageiros foram resgatados logo depois da queda. Três ficaram feridos, segundo os bombeiros.

As vítimas seriam turistas britânicos, segundo a WNBC-TV.

Equipes de resgate continuaram as buscas pela quinta pessoa, até que seu corpo foi encontrado sem vida..

Pelo menos dez barcos, a maioria da polícia, além de mergulhadores, participaram da tentativa de resgate.

A testemunha Joy Garnett afirmou que o helicóptero fez movimentos estranhos e girou duas ou três vezes antes de parar na água.

Ela chegou a achar que era alguma filmagem de cinema.

Ele teria caído de uma altura de cerca de 8 metros, segundo ela.

Fonte: Todos as imagens foram retiradas da internet, não sendo de nossa autoria.

Pouso de helicóptero da SSP danifica lojas e machuca moradores em Ponte Alta

O helicóptero da Secretaria de Segurança Pública (SSP) realizou um pouso desastrado na tarde desta terça-feira, 11

image

O helicóptero da Secretaria de Segurança Pública (SSP) realizou um pouso desastrado na tarde desta terça-feira, 11, na praça central da cidade de Ponte Alta do Tocantins, causando prejuízos a lojistas e moradores da cidade.
Segundo Ronan Barros, que mora em frente à praça, o helicóptero pousou em local impróprio. “Esse helicóptero não podia ter pousado aqui, até porque não existia emergência nenhuma que justificasse esse pouso”, reclamou o morador.
Barros disse ainda que varias casas do entorno ficaram danificadas, janelas foram quebradas e lojas parcialmente destruídas além de algumas pessoas ficaram feridas por causa de vidros arremessados pelos ventos das hélices. “O vento foi tão forte que quase empurrou um senhor de idade para dentro de uma casa. Ele poderia ter se machucado muito”, explicou o Barros.
Marcos Rangel Mascarenhas, funcionario da loja atingida, teve ferimentos na cabeça Durante o pouso, umas das lojas em frente a praça, teve sua vidraça quebrada atingindo um funcionário e uma das clientes que estava dentro do estabelecimento. "O vento que a aeronave fez quebrou o blindex da minha loja e machucou as pessoas lá dentro", afirmou Erasmos Ruffo.
Ronan Barros e Erasmo Ruffo informaram ainda que iram fazer uma denúncia aos órgãos competentes para que esse tipo de ação não volte a ocorre na cidade.
Em contato com a delegacia de polícia de Ponte Alta, um funcionário afirmou que o helicóptero é da Secretaria de Segurança Pública (SSP) e que os agentes pousaram na cidade para fazer algumas notificações na delegacia, pois estavam procurando focos de incêndio.
Segundo a assessoria de comunicação da SSP, o helicóptero pousou na praça, porque a pista de pouso estava interditada e não havia outro local onde pudesse realizar o pouso. Ainda segundo a SSP, pousos e decolagens só podem ser autorizados pela Casa Militar.
O chefe da Casa Militar, coronel Luiz Cláudio Benício, entrou em contato com o CT na tarde desta terça-feira, 11, informando que o piloto responsável pelo pouso enviará nota à redação, contando a versão dele sobre os fatos. O coronel Benício informou também que irá procurar as pessoas prejudicadas pelo pouso do helicóptero para conversar e se inteirar sobre o que de fato aconteceu. "Não temos intenção de causar prejuízo a ninguém", afirmou.

Fonte: http://surgiu.com.br

SP: helicóptero tomba após pousar no Parque Ecológico do Tietê

imageimage

 

Nesta terça-feira, um helicóptero tombou quando pousava na região do Parque Ecológico do Tietê, na Zona Leste de São Paulo, de acordo com a Polícia Militar. O Corpo de Bombeiros informou que não houve feridos.

Logo após o pouso, o helicóptero foi coberto com uma lona preta. Segundo a Aeronáutica, um voo de instrução estava sendo realizado com a aeronave do tipo Robinson 22, prefixo PT-YEC. O helicóptero partiu do Campo de Marte, na Zona Norte da capital paulista, e estava indo para o Aeroporto Internacional de guarulhos, na Grande São Paulo. No entanto, durante o voo, a aeronave teve que fazer um pouso forçado por volta das 11h40, e tombou. Ainda não há informações sobre o motivo do pouso de emergência.

O helicóptero tinha capacidade para dois tripulantes, mas a Aeronáutica não soube informar quantas pessoas estavam dentro da aeronave. Uma equipe do Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa) foi enviada ao local para apurar as causas do pouso de emergência.

sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Notícias – GO AIR

Habilitação e Licenças

A partir de agora é possível acompanhar o andamento de processos do setor de Habilitação e obter informações sobre Licenças de Pessoal pelo 0800 725 4445. O número é exclusivo à aviação civil. Mais detalhes acesse http://www.anac.gov.br/Noticia.aspx?ttCD_CHAVE=341

Dica para navegar na net

A aviação voltada para helicópteros cresce em todo o mundo. Junto a ela crescem também muitos sites que acompanham esta constante evolução.

Um deles vale entrar para "favoritos" por apresentar um novo método de consulta e auxílio. Trata-se de uma nova e recente ferramenta de informação sobre asas rotativas criada para que pilotos, funcionários e interessados no setor de helicópteros possam ter acesso a informações e curiosidades de todos os cantos do mundo. No site é possível encontrar links de fabricantes de aeronaves, revistas e artigos, organizações, glossário, endereços de museus entre outras coisas. Para acessar o endereço é o http://www.helicopterlinks.com/

sábado, 1 de outubro de 2011

Google Maps agora permite vista de helicóptero em 3D

Atualização permite enxergar do alto e em 3D as rotas sugeridas para o destino pesquisado

Google Maps 3D

Exemplo de busca com a visão de helicóptero, nova função do Google Maps

São Paulo - Além do Google Street View, uma das funções mais populares do Google Maps é o cálculo de trajetos entre dois pontos sugeridos, o "Como Chegar". O recurso permite que você escolha as direções, ruas e avenidas por onde quer passar, estando de a pé, de carro ou de bicicleta.  

Nesta sexta-feira, a equipe do Maps lançou uma nova função: o botão '3D' nos trajetos sugeridos, que te faz acompanhar todo o caminho como se estivesse vendo a cidade do alto, de dentro de um helicóptero, facilitando sua localização.

Segundo o blog do Google Maps, o serviço de rota aérea deve ser ativado ainda hoje para o mundo inteiro. O processo para uso é o mesmo de sempre - só digitar o ponto de partida e o ponto de chegada, e a nova função 3D aparece como botão ao lado da pesquisa.

"O mapa vai mudar para a vista aérea e automaticamente você começar a voar na sua rota recomendada", explicou o engenheiro do Maps Paul Yang em um post do blog da equipe. "Para ajudar você a manter o controle de qual etapa está, o trecho atual da viagem é destacado no painel da esquerda. Você também pode pular para uma parte diferente da viagem, clicando em uma etapa diferente", explica.

Os usuários também podem pausar a visualização 3D clicando em regiões fora da rota pesquisada. Há ainda a opção de retornar para a visão tradicional padrão clicando no botão '2D' no painel das direções, no lado esquerdo. À primeira vista, o Maps 3D parece misturar bem as experiências do Google Maps e do Google Earth.

Fonte: http://exame.abril.com.br/tecnologia/noticias

Radar ADS-B ModeSMixer2

METEOROLOGIA